quarta-feira, agosto 08, 2012

Mais de meus poemas




Prosa, pesar e existir
(Marcos Henrique Martins)

Quero sair de meu corpo, esse templo ruído que se tornou. Há grades, não há chaves, apenas trancas e contas e mais contas. Apenas tédio.

Minhas trancas não se abrem para me deixar sair, nem para banhar-me ou tomar um pouco de sol. Fico sujo. Impuro. Burocrático. Foi para isso que fomos modelados? Para sempre sentirmos sujeira em nosso existir? Esse foi o trato entre o criador e o diabo para que no inferno existisse um porteiro, trabalhando todos os dias do ano, até em feriados santos.

Somos obrigados a sentir uma batalha dentro de nossa essência que nunca cessa. Olhar, sem nunca enxergar o horizonte. 

Muitos acham que o inferno é um lugar de punição e sofrimento eterno, mas no inferno, existe apenas uma fila, uma interminável fila e ao chegar ao início dela, nada acontece, se pega outra senha, para outra fila e tudo fica como exatamente está. Os anjos decaídos riem e se misturam, dando lições de moral para tudo se tornar ainda mais pesaroso e todos permanecerem com seus ombros caídos, esperando mais uma vez sua vez na fila chegar. 

Algumas pessoas dizem que o inferno é cheio de livros e mais livros de autoajuda, de autores diferentes, e todos têm que ser lidos em vos alta, tudo ao mesmo tempo. Tem quem diga que o inferno é aqui mesmo e fica em seus lares, outros, que fica numa rua sem saída, numa casa sem banheiros e vez por outra, anjos vem com rolos de papel higiênico para distribuir e se simpatizam com você, te levam para os bosques do Éden e te deixam por lá, se escondendo das serpentes, que hoje são muitas e que sabem como ninguém plantar árvores e nos despir de nossas inquietações. 

Prosear é tão fácil, existir um mistério que não se encontram as respostas em bulas de remédios, nem em anúncios de jornais. Prosear é preciso, é um mal necessário para suportar o existir.

segunda-feira, agosto 06, 2012

Cientistas apontam a razão que faz os homens dormirem após o sexo



Sexo-1
Não é segredo que muitos homens adormecem logo após o sexo. E, para suas parceiras, o zumbido alto do ronco depois de um encontro apaixonado acaba com o humor. Mas agora os cientistas podem dar aos homens a desculpa perfeita para eles se sentirem sonolentos: não é culpa deles. As informações são do Daily Mail.Uma pesquisa que envolveu a digitalização dos cérebros de homens durante e após o orgasmo descobriu que o córtex cerebral – que desempenha um papel vital na consciência de atenção, e sensibilização perceptual – se desliga quase que imediatamente após o orgasmo.Serge Stoleru, cientista francês, disse que a pesquisa oferece os primeiros sinais do que acontece no cérebro masculino durante o sexo. Ele disse ao Sunday Times que para as mulheres acontece diferente. “Elas não parecem ter um período refratário tão forte e por isso se perguntam por que o parceiro pensa imediatamente em descansar”, disse.

O estudo também mostrou que o cérebro desliga quase todo o desejo sexual após o orgasmo. Os homens passam a ter os seus cérebros inundados com substâncias químicas de indução do sono, como a serotonina.Em 2005, pesquisadores descobriram que a corrida de sangue depois do clímax esgota os músculos de energia produtora de glicogênio. Como os homens geralmente têm maior densidade de massa muscular do que mulheres, ficam mais cansados depois do sexo.

Dr. Neil Stanley, diretor da University of Surrey, disse que os homens não os únicos culpados. “Os seres humanos são os únicos animais em que o sono e o sexo estão ligados e, por isso, há razões científicas do motivo pelo qual os homens se sentem cansados após o sexo”, disse. A pesquisa mostrou que a maioria dos homens que se sentem mais relaxados logo após o ato.No estudo, 80% dos homens disseram que se sentiam capazes de divagar sem problemas depois do sexo, em comparação com apenas 46% das mulheres.



Fonte: Terra

sexta-feira, agosto 03, 2012

Sedentarismo é o principal motivo de 34% dos jovens sofrerem de dor nas costas

Matéria-dor-nas-costas-3
Passar muito tempo sentado em frente à TV ou ao computador, vida sedentária e postura incorreta fazem com que as pessoas tenham dores nas costas cada vez mais cedo. O problema incomoda 34% dos jovens de 16 a 24 anos, segundo uma pesquisa realizada pela empresa Mintel, do Reino Unido. Os dados são do jornal Daily Mail.

O levantamento realizado com britânicos constatou que a proporção de jovens com dores na coluna é semelhante à dos aposentados, já que 38% dos voluntários com mais de 65 anos relatam o desconforto. Dois quintos dos britânicos de todas as idades sofrem de dor nas costas.

“Muito tempo sentado enfraquece o tônus muscular e isso pode levar a dor nas costas”, disse a porta-voz da empresa de pesquisa, Michelle Strutton. “Muitos jovens levam uma vida sedentária e a falta de esporte pode muito bem contribuir para a dor nas costas, bem como a má postura”, completou.

quinta-feira, agosto 02, 2012

Meditação: O Poder da Leitura


Leitura-5

Porque desde criança você conhece as Sagradas Letras, que são capazes de torná-lo sábio para a salvação mediante a fé em Cristo Jesus. 2 Timóteo 3:15

Certo dia apareceu uma estranha criatura no campus do Bethel College, uma pequena instituição presbiteriana de ensino superior no Tennessee, Estados Unidos. Ele tinha um metro e oitenta de altura, cabelos ruivos despenteados e vestia uma blusa de frio tão velha que havia alfinetes por toda parte para mantê-la em condições de uso. Havia buracos nos sapatos e os dentes da frente já não existiam mais. Ele veio da minúscula vila de Rosser, constituída por apenas três casas, onde morava numa casa de fazenda caindo aos pedaços, sem encanamento interno. Ele nunca andou de bicicleta, entrou em um shopping center ou namorou. E nunca frequentou a escola.

Robert Howard Allen, 32 anos, apareceu para matricular-se na faculdade. Assim que a administração aplicou um teste para averiguar o conhecimento de Robert, todos se surpreenderam. Ele “arrasou”. Sua mente estava repleta de conhecimento em literatura clássica e histórica. A abrangência de seu conhecimento estava muito além do que o de qualquer professor da instituição. A administração o dispensou da maioria das matérias do primeiro ano de faculdade.

Dez anos mais tarde, Robert Allen concluiu a educação formal, graduando-se pela altamente prestigiada Universidade Vanderbilt em Nashville, Estados Unidos, com PhD em inglês. Ele começou a lecionar inglês para a faculdade.

A história desse homem me inspira. Ela mostra o poder do espírito humano para se erguer e ser bem-sucedido em face das situações mais desafiadoras. E que situação desafiadora! Os pais de Robert se divorciaram quando ele ainda era bem jovem. Ele foi criado por parentes de idade avançada que fizeram um acordo com a administração da escola local para que ele estudasse em casa. A princípio, um professor o visitava ocasionalmente, mas logo Robert foi esquecido.

Mesmo assim, aos 12 anos Robert já tinha aprendido a ler sozinho e logo começou a ler a Bíblia na versão King James para a tia Ida, que era deficiente visual, completando duas vezes a leitura de capa a capa do Livro Sagrado.

Em pouco tempo, estava lendo tudo o que podia encontrar, desde Shakespeare até Will Durant. Ele leu praticamente todos os livros da biblioteca pública de sua cidade e aprendeu também a ler em grego e francês. E começou a escrever poemas. Essa é uma história mais forte do que a ficção – e mais maravilhosa. E tudo começou com a leitura da Bíblia.

Fonte: William G. Johnsson – Casa Publicadora Brasileira

quarta-feira, agosto 01, 2012

Mais poesia




Tu
(Marcos Henrique Martins)


Se te contar como eu meu sinto te fizesse mais compassível comigo, abriria o verbo, gritaria tudo o que quero externar, mas deixo meus dizeres retraídos em meu peito. Doo-me de corpo e alma, mas esse doar não é recíproco, como todos que amam almejam em seus cúmplices.

Mais uma vez só tenho a mim para me acalentar, só tenho a mim para reconfortar a cabeça e limpar as lágrimas que descem em límpidas cachoeiras pelas corredeiras de minhas pálpebras.   

Sou único, o último de minha espécie, um gramático sem palavras novas para ofertar a seus alunos. Sou só. 

Sou único, o último dos homens que sonha em compartilhar bem mais que prazeres carnais, e por isto mesmo vago só, sendo tocado por esta multidão que me toca, mas não me senti. Sou só.

Se te contar como eu me sinto me fizesse mais vivo, hoje, desejaria morrer, por que sei que desistisse de mim, que desiste do amor e das flores que um dia roubei para te presentear.

segunda-feira, julho 30, 2012

Mais um de meus poemas





Onde me acho
(Marcos Henrique Martins)


Estou com vontade de chorar, mas não posso;

Estou com vontade de criar um poema, mas não posso;

Estou com vontade de me atirar nas costas do mundo. Parar de escolher a miséria e buscar a libertação de tudo, de meu corpo sujo.

Estou sem meu estado de espírito;
Estou só, perdido, confuso, mínimo;
Estou aqui, sem verdadeiramente estar.

sábado, julho 28, 2012

A água que você não vê

Água-1

Você sabia que muita coisa que comemos tem como principal ingrediente a água? Alguns alimentos são produzidos com muita água e outros nem tanto.

Na figura abaixo, veja os alimentos e a quantidade de água usada na sua produção:


Fonte:http://www.vocesabia.net/saude/a-agua-que-voce-nao-ve/

quarta-feira, julho 25, 2012

Mantenha as crianças protegidas na internet

Crianças-capa
As crianças estão correndo diversos eriscos na Internet, mas muitos pais não estãopercebendo isso. A seguir, veja algumas sugestões para proteger as crianças dos perigos da Internet:


Antes de tudo, é preciso que seu filho(ou filha) compreenda que, assim como você não o deixa ir sozinhoa qualquer lugar, para a própria segurança dele, ele também precisa lhe dizer quais os sites que anda visitando na Internet. Isso porque, explique, assim como existem perigos no mundo real, os perigos também estão presentes no mundo virtual e, por falta de experiência, uma criança dificilmente percebe o risco que está correndo em certas situações na Internet. Ela pode até gostar de acessar determinadas páginas da web, mas, às vezes, são justamente essas páginas que mais perigo oferecem a uma criança.


Os sites das redes sociais e fóruns como o Orkut e Facebook, por exemplo, estipulam idade limite para seus usuários se registrarem, mas os pais devem orientar seus filhos, para que estes limites sejam respeitados e explicar claramente por quê. As crianças que já fazem parte dessas redes devem saber que a maioria das pessoas afirma que nunca adicionam como amigos pessoas que não conhecem no mundo real. Essa deve ser uma regra adotada para todas as crianças que usam o computador ou smartphones.
Os programas de mensagens instantâneas também devem estar incluídos nesta norma. Não é inteligente nem prudente adicionar alguém, só porque recebeu um convite dessa pessoa. Ela pode ser um(a) criminoso(a), um(a)tarado(a) sexual ou outro tipo de mau caráter qualquer, que depois, com certeza, vai trazer muitos e graves problemas para a criança.


 

Explique tudo isso, francamente, aos seus filhos. Não subestime a inteligência de uma criança. Elas obedecem mais facilmente quando compreendem as razões dos seus pais.

Vigiar o perfil do seu filho no Facebook também é importante. Outra opção é instalar um software que controle ou grave o que a criança faz durante o tempo que passa online (ao final deste artigo, damos orientações para fazer isto). Para não criar um clima de desconfiança entre pais e filhos, é importante que a criança saiba disso e também que essa vigilância é para protegê-la e orientá-la e não para invadir sua privacidade. Não é aconselhável que menores de idade tenham um computador no quarto ou em algum lugar onde possam trancar a porta.


 

O Windows possui o “Controle dos Pais” (Parental Control), que é uma opção de controle que monitora e bloqueia várias possibilidades do computador, como horários, sites, jogos e programas. Outros programas podem também ser baixados separadamente. No entanto, é preciso ter em mente que nenhuma destas alternativas substitui uma conversa franca e inteligente com seus filhos sobre os riscos de se expor na Internet. Explique que você mesmo, embora seja adulto, tem esses cuidados. E é necessário reforçar a conversa de vez em quando. Dialogue, numa boa, sem constrangimentos hipócritas, sobre as perigosas consequências que podem ocorrer, se eles fizerem vídeos ou tirarem fotos de si mesmos nus e colocarem na Internet ou no celular. Mostre exemplos da mídia daquilo que pode acontecer em tais casos. Pergunte o que acham que aconteceria se uma foto destas fosse compartilhada entre todos seus amigos da escola e como seria impossível fazê-la desaparecer da rede.


Nunca é demais repetir que o mais importante é manter um clima de confiança e diálogo permanente com os filhos, de tal forma que eles percebam que estão sendo protegidos e ensinados e não perseguidos e censurados. Tenha sempre uma conversa adulta com eles. Crianças e jovens gostam de ser tratados como adultos, porque, assim, eles se sentem valorizados e respeitados pelos pais. Nada de ameaças, castigos, autoritarismo, gritos e muito menos surras, porque essas coisas só servem para piorar qualquer tipo de relacionamento. Tenha sempre em mente a Regra de Ouro: “Trate os outros da mesma forma como gostaria que os outros tratassem você”


10 SUGESTÕES PARA PROTEGER AS CRIANÇAS NA INTERNET

1 – Instale o PC num lugar onde ele esteja sempre à vista.

Evite colocar o PC no quarto das crianças, porque isto lhes permitirá ocultar suas atividades na Internet. Prefira um lugar central, como uma sala ou um quarto onde você possa entrar a qualquer momento.

2 – Tenha um antivírus atualizado.

Nenhum computador está livre de um ataque de pragas informáticas e, por isto, um bom antivírus é indispensável. Para instalar um antivírus gratuito, vá ao site da Grisoft e clique no link “Download AVG Free 8.0 (AVG server)”. Salve o arquivo e instale-o sempre clicando em Next. A cada vez que ligar seu computador e se conectar à Internet, o AVG antivírus será atualizado de forma automática. Você pode também optar por outros bons antivírus, como o Avast!, o Kaspersky ou o Avira, por exemplo.

3 – Controle o que seus filhos fazem na Internet.

Vá até http://fss.live.com, que abrirá o site Family Safety (Proteção para a família), do Windows Live. Clique no botão Iniciar e, a seguir, digite seus dados da conta Windows Live ID (como o correio Hotmail). Escolha a primeira opção e siga as instruções para avançar. Se você não tiver um Windows Live Id pode criar um clicando neste link. Você deverá baixar um programa que lhe permitirá, entre outras coisas, filtrar sites que você não quer que seu filho acesse, bem como monitorar suas atividades em chats, blogs e correio eletrônico. Por sua vez, as crianças terão acesso ao conteúdo dos sites de acordo com as características do perfil que você determina. Além disso, você poderá estar a par desta informação a partir de qualquer PC que esteja conectado à Internet.

4 – Mantenha longe os sites nocivos.

Com um programa gratuito como o K9 você poderá filtrar a informação que entra no PC por meio das 60 categorias nas quais tem conteúdo classificado. Acesse o endereço www.k9webprotection.com e, à direita, clique no botão “Download K9 today”. Isso o levará a uma página na qual você deverá criar uma conta para poder baixar o programa e para que, posteriormente, lhe enviem, por e-mail, uma chave para habilitar a aplicação. O K9 é atualizado o tempo todo, limitando o acesso a sites proibidos.

5 – Ensine-lhes a cultura de Internet.

As crianças devem saber como proteger seus dados pessoais, os da sua família e dos amigos. Ensine-lhes precauções como usar senhas seguras, não compartilhar com estranhos chaves ou dados pessoais (por exemplo, idade, sexo, gostos, rotinas, nome do colégio, endereço da casa etc.), nunca enviar fotos ou vídeos a desconhecidos e utilizar termos adequados em salas de bate-papo.

6 – Evite que seus filhos preencham formulários na Internet.

Os delinquentes informáticos podem criar formulários para que crianças desprevenidas preencham com seus dados. Se seus filhos quiserem preencher qualquer formulário, explique que é melhor que peçam a ajuda de um adulto, para verificar a qualidade do site. Explique claramente o porquê desta providência.
7 – Limite o tempo de uso do computador.
No sistema operacional Windows Vista, por exemplo, você poderá determinar as horas do dia nas quais os seus filhos podem usar o computador e bloquear o restante. No Painel de Controle, selecione “Contas de usuário” e clique em “Configurar Controle dos Pais”. Será solicitada uma senha de administrador, escolha uma e escreva-a. Depois, clique na conta para a qual deseja estabelecer limites de tempo. Em “Controle dos Pais” clique em Ativado e depois em “Limites de tempo”. Escolha então as horas nas quais você permitirá o uso do computador. Em outros sistemas operacionais, os procedimentos são semelhantes. Se tiver dúvidas, peça a ajuda de um técnico.

8 – Crie padrões para o uso da rede.

Estabeleça com seus filhos um acordo para o uso da Internet, o qual fixe direitos e deveres que eles deverão cumprir. No acordo, inclua orientações sobre os locais aos quais eles têm acesso, o que podem fazer neles, quanto tempo estarão conectados, o que fazer se acontecer algo que os incomode e como se comportar de forma ética e responsável em locais dos quais podem participar.

9 – Supervisione as atividades dos seus filhos na rede.

É bom fazer sempre uma revisão dos sites que ele visitou e as conversas que teve em programas de mensagem instantânea. Para ver os locais visitados, no navegador da Internet consulte a opção Histórico, que mostra uma listagem das páginas visitadas nas últimas semanas (isto se não tiverem sido apagadas pelo usuário). Para que as conversas do Messenger fiquem armazenadas, no programa vá ao menu Ferramentas e Opções. Na aba Mensagens, sobre o título “Histórico de mensagens”, ative a caixa de opção “Manter um histórico de minhas conversas automaticamente”.

10 – Navegue com seus filhos.

Navegando juntamente com seus filhos, você poderá lhes mostrar os conteúdos que são apropriados de acordo com sua idade e como eles podem tirar proveito deles, seja para trabalhos escolares, para conhecimento próprio ou simplesmente para brincar. E, sobretudo, explique que a Internet é a extensão da rua onde eles moram para que, diferente de muitos usuários atuais, eles se comportem de maneira educada e respeitosa.

Fonte:http://www.vocesabia.net/curiosidades/mantenha-as-criancas-protegidas-na-internet/

segunda-feira, julho 23, 2012

Adolescentes grávidas são a maior causa de morte no mundo

Países com taxas altas de mortalidade infantil também possuem índices altos de fertilidade Uma organização de defesa dos direitos da infância afirmou nesta quarta-feira que a gravidez é a principal causa de morte entre adolescentes em todo o mundo.

A ONG “Save the Children”(em Português: “Salvem as Crianças”), com sede na Grã-Bretanha, comenta que parece absurdo que o processo de nascimento se torne a principal causa de morte de adolescentes no mundo, mas é exatamente isto o que está acontecendo. Gestações e partos causam a morte anual – ou sérias lesões – em mais de um milhão de adolescentes, a maior parte jovens com poucos recursos, pouco ou nenhum acesso à educação e habitantes de países em desenvolvimento. Segundo um relatório da organização, a raiz do problema está na falta de acesso a métodos anticoncepcionais e ao pouco planejamento familiar em muitos países. Mas, na verdade, as causas são muito mais profundas, envolvendo, principalmente, a falta de educação sexual e o ambiente familiar desintegrado.

A “Save the Children” é uma organização não governamental de defesa dos direitos da criança no mundo, existente desde 1919, dedicando-se tanto a prestar ajuda humanitária de urgência como ao desenvolvimento a longo prazo, através do apadrinhamento de crianças. O apadrinhamento humanitário consiste em prover as necessidades da criança, permitindo que continue no seu meio familiar, sua cultura e seu país.

 

Riscos

Jovens entre 15 e 18 anos se casam e engravidam logo depois do casamento, quando seus corpos ainda não estão preparados para dar à luz. Possibilitar o acesso ao planejamento familiar de modo que elas possam adiar outra gravidez por, pelo menos, 3 anos depois de ter dado a luz, diminui a possibilidade de complicações para a mãe, para o filho e pode salvar até 1,8 milhões de vidas anualmente. Aproximadamente 220 milhões de mulheres em todo o mundo que não querem engravidar não têm acesso a métodos anticoncepcionais. Este ano, calcula-se que haverá cerca de 80 milhões de gravidezes sem nenhum tipo de planejamento familiar nos países em desenvolvimento.

Gravidez de adolescentes


• Uma, em cada cinco meninas no planeta, foi mãe antes dos 18 anos.

• Problemas na gravidez são a maior causa de morte entre jovens de 15 a 19 anos no mundo.

• Anualmente, 50.000 adolescentes morrem durante a gravidez ou o parto.

• O risco de uma mulher morrer por causa relacionada à maternidade é de 1 em 3,8 mil em países desenvolvidos, mas de apenas 1 em 150 em países em desenvolvimento.

• Uma pesquisa na Nigéria constatou que quase um terço das mulheres acreditava que certos métodos anticoncepcionais podem provocar infertilidade.

• De acordo com as estatísticas, cada dólar investido em planejamento familiar economiza, no mínimo, 4 dólares gastos em complicações de gravidez.

• O risco de óbito para recém nascidos aumenta em 60%, se a mãe tiver menos de 18 anos.

• 10 milhões é o número estimado de meninas menores de 18 anos que se casam por ano, o que equivale a 25 mil por dia.

Estatísticas

Numa clínica de uma região pobre da Libéria, na África, um terço das crianças recém-nascidas tem mães entre 15 e 19 anos. Algumas nem passaram dos 13. Essas mães tão jovens estão expostas a complicações médicas, porque seus organismos não estão preparados, podendo desenvolver fístulas num parto prolongado. Os bebês também correm riscos. Os riscos de morte aumentam, se as meninas têm menos de 18 anos. Durante anos, os programas de planejamento familiar lutaram para encontrar financiamento e apoio, muitas vezes sofrendo resistência de grupos religiosos reacionários.

Líderes internacionais se reunirão em Londres, no próximo mês, para uma conferência sobre planejamento familiar promovido pelo governo britânico e pela Fundação Bill e Melinda Gates. A agência americana de desenvolvimento USAID, em cooperação com os governos de Índia e Etiópia, fez um apelo mundial para ações que ponham fim, em apenas uma geração, às mortes consideradas evitáveis. A Save the Children participa deste projeto, promovendo o planejamento familiar. Segundo a entidade, satisfazer à demanda global por anticoncepcionais pode prevenir em 30% as mortes maternas e em 20% as mortes de recém-nascidos nos países em desenvolvimento, além de salvar potencialmente 649 mil vidas por ano.

A Fundação Bill & Melinda Gates é a maior fundação de caridade do mundo. Foi criada por Bill Gates, fundador e ex-presidente da Microsoft, e a sua mulher, Melinda Gates. Os fundos desta Organização sem fins lucrativos proveem de doações, sendo as principais da parte de Bill e Melinda Gates e de Warren Buffet, considerado o homem mais rico do mundo. A fundação foi criada em janeiro de 2000 e tem a sua sede em Seattle, Washington, EUA, gerindo cerca de US$ 38 bilhões. É dirigida por William H. Gates, pai de Bill Gates, e por Patty Stonesifer. A Fundação tem como objetivo central a melhoria das condições de vida, principalmente na saúde e a luta contra a pobreza. Nos EUA, a instituição promove a educação e o acesso à tecnologia. Em 20 de Julho de 2006 a Fundação anunciou a doação de US$ 287 milhões para 16 projetos de pesquisa, com o objetivo de aumentar a colaboração internacional e a troca de informações científicas, com o objetivo de obter uma vacina contra a AIDS. De acordo com matéria publicada no site do jornal Folha de São Paulo, serão beneficiados pela doação pesquisadores da Áustria, Bélgica, Camarões, Canadá, Dinamarca, França, Alemanha, Índia, Japão, Holanda, África do Sul, Espanha, Suécia, Uganda, Suíça, Reino Unido, Estados Unidos e Zâmbia. Em meio às trevas que predominam neste final de ciclo na Terra, aqui e ali ainda brilham alguns raios de luz, que nos fazem crer que nem tudo está perdido. Testemunhar a solidariedade e a humildade de um dos homens mais ricos do planeta nos enche de esperança por um mundo melhor.

Fonte:http://www.vocesabia.net/curiosidades/adolescentes-gravidas-sao-a-maior-causa-de-morte-no-mundo/

sábado, julho 21, 2012

Vocês conhecem a revista Figurinhas Descoladas?

Bom dia, boa tarde ou boa note! Vai depender de que lado do hemisfério do plante terra você esteja.



Amigos! Gostaria de apresentar a vocês a revista: Figurinhas Descoladas. Na edição de número 3, tive a hora de ter dois de meus poemas selecionados, um conto publicado e meu perfil colocado na revista, além de ser o membro de número 5.000 (cinco mil) do grupo de mesmo nome no facebook. Quem quiser lê a revista, ou até mesmo baixa-la, esse é o endereço:


Na revista, vocês vão encontrar: Contos, ensaios, várias colunas, curiosidades, política e entrevista. 

Para os que quiserem fazer parte do grupo:


 Fica a dica. E tenham todos, um ótimo fim de semana!