sexta-feira, janeiro 30, 2009

Tudo que você precisa saber sobre o peido



As informações deste artigo não é o que se pode dizer: “isso era tudo o que eu precisava saber nesta sexta-feira!” Mas pelo menos dá pra terminar a semana com uma pitada de humor, ainda que pareçam bem verídicas.
Observação: Dedico as informações aqui compartilhadas a uma amiga. Não posso colocar o nome, mas ela saberá que é de coração. 1. O que é o flato? Do que ele é feito? Flato, do latim flatus, significa sopro e é uma composição de gases altamente variável, expelida pelo ânus. É formado por parte do ar que engolimos, que é quase só nitrogênio e dióxido de carbono, pois o organismo absorve o oxigênio, e gases resultantes das reações químicas entre ácido estomacal, fluidos intestinais e flora bacteriana. Ou seja, dióxido de carbono, hidrogênio e metano. 2. O que faz os peidos federem? O odor dos peidos vem de pequenas quantidades de sulfeto de hidrogênio (gás sulfídrico) e enxofre livre na mistura. Quanto mais rica em enxofre for sua dieta, mais desses gases vão ser produzidos pelas bactérias no seu intestino e mais os seus peidos vão feder. Pratos como cebola, couve-flor e ovos são notórios por produzirem peidos fedidos. Feijão, por exemplo, produz grandes quantidades de peidos não necessariamente fedidos. 3. Por que peidos fazem barulho? Os sons são produzidos pela vibração da abertura anal. O som depende da velocidade da expulsão do gás e de quanto estreita for a abertura dos músculos do esfíncter anal. 4. Quanto gás uma pessoa normal produz por dia? Em média, uma pessoa produz cerca de um litro de peido por dia, distribuído em cerca de 14 peidos diários. Pode ser difícil para você determinar o volume dos seus peidos diários, mas você pode estimar quantas vezes peida. Pense nisso como um pequeno experimento científico: anote tudo que você come e conte o número de vezes que você peida. Você pode inclusive anotar sobre o fedor deles. Você descobrirá uma relação entre o que você come, quanto você peida, e quanto seus peidos fedem. 5. Quanto tempo leva até que o peido chegue ao nariz de alguém? Isso depende das condições atmosféricas, umidade e velocidade do vento, além da distância entre as pessoas também. Os peidos também se dispersam e sua potência nauseante diminui com a diluição. Condições excepcionais existem quando o peido é liberado numa área pequena e fechada, como um elevador, um quarto pequeno ou um carro, porque essas condições limitam a quantidade de diluente possível (ar) e o peido vai permanecer numa concentração perceptível por mais tempo, até que se condense nas paredes. 6. É verdade que algumas pessoas nunca peidam? Não. Se elas estiverem vivas, peidam. Pessoas podem peidar até mesmo algumas horas depois de mortas. 7. Homens peidam mais que mulheres? Mulheres peidam tanto quanto homens. O caso é que os homens têm mais orgulho disso. 8. Em que parte do dia um “gentleman” está mais sujeito a peidar? Durante a manhã, quando estiver no banheiro. Isso é conhecido como “trovoada matinal”. Se o gentleman conseguir uma boa ressonância, ele pode ser ouvido na casa inteira. 9. Por que feijão faz as pessoas peidarem tanto? Feijão contém açúcares que seres humanos não conseguem digerir. Quando esses açúcares chegam em nossos intestinos, as bactérias fazem a festa e produzem um monte de gás. Outros produtores notórios de peidos são milho, pimenta, repolho e leite. 10. Um peido é mesmo só um arroto que saiu pelo lado errado? Não, a frase “arroto é um peido maroto que subiu de elevador” é puro folclore. Arroto vem do estômago e tem composição química diferente de um peido. Peidos têm menos ar atmosférico e mais gases produzidos por bactérias. 11. Para onde vão os peidos quando você segura eles? Quantas vezes você segurou um flato, pretendendo soltá-lo na primeira oportunidade apropriada e depois descobriu que ele tinha “desaparecido” quando você estava pronto? Ele saiu lentamente sem a pessoa saber? Foi absorvido pela corrente sangüínea? O que aconteceu com ele? Os médicos concordam que o peido não é nem liberado nem absorvido. Ele simplesmente volta para os intestinos e sai depois. Isso reafirma o fato de que os peidos não são realmente perdidos, e sim adiados. 12. É possível mesmo “acender” peidos? A resposta é SIM. Normalmente os puns incluem metano e hidrogênio, ambos são gases inflamáveis. Entretanto, você deve estar avisado de que colocar um peido em ignição é perigoso. Não só a chama pode subir de volta para seu cólon, como a sua roupa e o que estiver ao redor pode pegar fogo. Cerca de 25% das pessoas que o fizeram queimaram as bordas e os cabelinhos do ânus. Peidos tendem a se traduzir em chamas azuis ou amarelas. 13. Por que as meninas não assumem seus peidos? Acho que você deveria começar dizendo que somente algumas meninas não assumem seus peidos. A razão é cultural. Elas são ensinadas a pensar que peidar não é coisa que uma dama faça. É um grande erro pensar assim. Todas as pessoas praticam a emissão de gases anais. 14. Cheirar peido deixa “chapado”? Não se conhecem agentes intoxicantes na flatulência. 15. É possível enlatar um peido para uso posterior? Teoricamente sim, mas há uma série de problemas logísticos. Você pode tentar usar um saco plástico ao invés de uma lata. Você pode usar o seguinte como uma experiência de feira de ciências: peide em vários sacos plásticos e os vede com cuidado. Então encha outros sacos com ar normal. Espere 6 horas. Então eleja voluntários para cheirar o conteúdo dos sacos e verifique se eles conseguem dizer se o que tem ali dentro é peido ou é ar. Isso vai te dar a informação se é possível estocar peidos. Se você fizer na banheira e se inclinar de forma que seus peidos emirjam como bolhas na sua frente e não por trás, você pode pegar as bolhas numa garrafa e ter peidos puros dentro de garrafas, sem estarem contaminados com ar atmosférico. 16. É estranho gostar de peidar? Não. Mas se a pessoa peida numa quantidade que lhe traz problemas e infelicidade, deveria consultar seu médico. 17. De que cor é o peido? Via de regra, incolor, porque os gases que o constituem são incolores. Imagine que interessante seria peidar laranja, tipo dióxido de nitrogênio. Ninguém mais perguntaria de quem é o peido. 18. Outras pessoas sentem mais o cheiro do peido do que o “autor”? O peido deveria cheirar tanto para quem o fez quanto para as pessoas que dele “desfrutam”. Mas quem fez leva vantagem pelo fato de que propeliu o ar para longe do seu corpo, numa direção oposta à do seu nariz. Peidar contra o vento anula essa vantagem. Esta curiosidade foi recebida por email, se você conhece o autor, deixe seus comentários.
Se você procura uma informação mais científica, consulte a Wikipedia.

quarta-feira, janeiro 28, 2009

As informações deste artigo não é o que se pode dizer: “isso era tudo o que eu precisava saber nesta sexta-feira!” Mas pelo menos dá pra terminar a se



Quando criança, eu gastava palitos e mais palitos de fósforo tentando acendê-los em algum lugar que não fosse o lado da caixa de fósforos. Queria fazer como os cowboys e gângsteres de filmes americanos antigos que acendiam palitos de fósforo em qualquer canto. Isso também acontece muito em desenhos animados, já viu?
Pois os anos se passaram e eu finalmente descobri por que eu nunca ia conseguir repetir o que eu via na TV. O motivo é muito simples: o que existe hoje em nossas casas é o chamado fósforo de segurança, que tem as substâncias necessárias para a combustão divididas entre o palito e a caixinha. Aliás, o fósforo nem está na cabeça do palito, mas sim na superfície áspera da caixa, que contém o fósforo vermelho (um tipo de fósforo mais seguro que o usado anteriormente), sulfeto de antimônio (Sb2S3), trióxido de ferro (Fe2O3) e goma arábica (cola). No palito, fica o clorato de potássio (KClO3), e não pólvora como muita gente imagina. Mas então por que puseram esse nome: palito de fósforo? Porque durante muito tempo o fósforo realmente estava no palito e acendia em qualquer superfície áspera. Na verdade, esse tipo de palito ainda existe, é encontrado tradicionalmente no Reino Unido. Saiba como começou essa história… A descoberta do fósforo O palito de fósforo foi inventado apenas no século XIX, mas a história do produto que revolucionou a forma de se fazer fogo começou muito antes, em 1669, com a descoberta do elemento químico fósforo (P). O alquimista alemão Hennig Brand, em uma de suas tentativas de transformar metais em ouro, descobriu o elemento acidentalmente ao manipular amostras de urina. O material que ele obteve brilhava no escuro e, por isso, Brand resolveu batizar a substância de Phosphoros, que significa “aquele que traz a luz, que ilumina”. Em 1680, o cientista britânico Robert Boyle, um dos fundadores da química moderna, viu que uma chama era formada ao esfregar um pedaço de papel coberto com fósforo em um pedaço de madeira coberto com enxofre. Boyle acreditava que o fogo não era provocado apenas pela fricção, mas por algo próprio àquelas substâncias. E estava certo, tinha encontrado o princípio que conduziria à invenção do fósforo. Depois dessa descoberta, vários dispositivos químicos para ativar fogo foram desenvolvidos na Europa. Alguns usavam a combinação fósforo-enxofre de Boyle, outros, gás hidrogênio, porém todos eram complicados e muito perigosos. Em 1805, um químico francês chamado K. Chancel inventou um palito revestido de clorato de potássio e açúcar. Mas, como era preciso mergulhá-lo em ácido sulfúrico para que pegasse fogo, ele não fez muito sucesso. Em 1827, o farmacêutico inglês John Walker descobriu que se colocasse, na ponta de um palito de madeira, sulfeto de antimônio, clorato de potássio, cola e amido, ele poderia ser aceso por atrito em qualquer superfície áspera. Walker chamou os seus palitos de congreves, numa referência aos foguetes de guerra inventados por William Congreve em 1808. Apesar do incentivo de amigos, Walker decidiu não patentear sua invenção, registro que garante direitos exclusivos ao autor, pois desejava que ela fosse um bem público. Por isso, várias pessoas a copiaram, inclusive Samuel Jones, que passou a vender os palitos com o nome de Lucifers (um dos nomes dados ao diabo). Embora exalassem um mau cheiro e fossem perigosos (eram explosivos e às vezes acendiam sozinhos dentro da própria embalagem), os Lucifers se tornaram muito populares entre fumantes. Para evitar incêndios, os primeiros palitos eram carregados em estojos de metais ou de porcelana. Os mais refinados eram feitos de ouro e prata e eram trabalhados como uma jóia.

Fonte: www.invivo.fiocruz.br

segunda-feira, janeiro 26, 2009

Trabalhar à noite encurta a vida e prejudica o casamento



Os trabalhadores noturnos perdem cinco anos de vida para cada quinze dias de jornada de trabalho, segundo um estudo divulgado pela Unidade do Sonho do Instituto Dexeus de Barcelona, juntamente ao Serviço de Neurofisiologia do Hospital da Paz de Madri, ambos na Espanha.
Segundo a pesquisa, aqueles que trabalham à noite se divorciam três vezes mais que o restante das pessoas e têm 40% mais possibilidades de ter transtornos neuropsicológicos, digestivos e cardiovasculares. O estudo, citado pelo site Espaço Vital, tem como objetivo, segundo os pesquisadores, explicar os “riscos de tentar contradizer o sol“. Fonte: http://br.invertia.com/noticias/noticia.aspx?idNoticia=200610031330_INV_30177342

sexta-feira, janeiro 23, 2009

Saiba se você é viciado em Internet



Faça este teste para saber se você esta viciado na Internet.
1. Você passa mais tempo do que pensa que deveria navegando na internet? 2. Você sente que tem problemas em limitar o tempo que passa na net? 3. Seus amigos ou familiares já reclamaram sobre o tempo que você passa no computador? 4. Você acha difícil ficar longe da internet por vários dias seguidos? 5. Existem áreas da internet ou tipos de arquivos que você acha difícil de resistir? 6. Você tem problemas em controlar seus impulsos de adquirir itens, produtos ou serviços na internet? 7. Você já tentou, sem sucesso, encurtar o tempo que passa na internet? 8. A maior parte do seu prazer e satisfação na vida vem da internet? 9. Seus relacionamentos pessoais ou de trabalho já foram prejudicados pelo tempo que você passa na internet? RESULTADO Se você tem de 0 a 3 respostas “sim” Parabéns, você provavelmente tem muito pouca tendência em se tornar um viciado na internet. Se você marcou entre 4 e 6 respostas “sim” Se marcou quatro respostas sim, pode ou não ter tendência a se tornar um viciado. Se marcou 5 ou 6 respostas, a probabilidade de desenvolver esse problema é maior. Se você marcou de 7 a 9 respostas “sim” Você já pode ser uma pessoa viciada na internet.

Fonte: Jornal ATribuna

quinta-feira, janeiro 22, 2009

Os 10 mandamentos do… pessimismo???



Provavelmente você já recebeu e-mails dos seus amigos com títulos bem animadores, caso do “10 segredos para se ficar rico” ou então “21 maneiras de conquistar a pessoa amada” e por aí vai. Recebi hoje os “10 mandamentos do otimismo”. Sim, eu também recebo essas porcarias. E as vezes leio, mesmo esse tipo de e-mail sendo a coisa mais brega que existe.

Pensando em o quão essas mensagens são piegas, resolvi criar os 10 mandamentos do pessimismo, tomando por base os 10 mandamentos do otimismo, que você vê clicando aqui

Acompanhe:

1 - Hoje é um dia de muita ralação e não vejo a hora dele acabar. Acordei de ressaca e lembro que na semana passada fui vítima de um assalto. Um passarinho defecou em minha cabeça. E, só de pensar que amanhã tenho que trabalhar de novo, já fico doente.

2 - Você é incapaz de tomar suas próprias decisões. Escute as pessoas quando elas tentam desencorajá-lo de fazer algo, pois você não é capaz de fazer nada direito.

3 - Quando alguém disser a você “bom dia” responda com um sonoro “o quê tem de bom?”. Irradie o mau humor a todos que se aproximarem de você. Ter pessoas felizes a seu lado só faz você se sentir ainda mais rancoroso.

4 - Espere pelas outras pessoas. Mesmo que elas demorem, não faça nada antes das outras pessoas chegarem. Lembre-se: você não é capaz!

5 - Não se preocupe com o tempo, ele é seu amigo. Chegue sempre atrasado, afinal de contas, você estava dormindo. E não se preocupe quando dizem que “tempo é dinheiro”: você nunca terá!

6 - Use e abuse do seu corpo, aproveite enquanto ainda está vivo. Faça sexo com o maior número de parceiros que puder e não se preocupe em se proteger. Beba muito! Fume bastante! Coma muita carne vermelha e aumente o seu colesterol, afinal de contas, existe o colesterol bom e mau, com certeza um dos dois você tem! E não se esqueça de nunca andar a pé. Pra que andar a pé se eu posso ir de carro/moto?

7 - Paciência é para os fracos, pois quem espera sempre cansa. Se te fizerem esperar por mais de 5 minutos, ligue para essa pessoa e xingue-a: pelo menos você descarrega a sua raiva em alguém.

8 - Seja extravagante e cometa desperdício. Quem não extravaza, fica estressado, e voce não quer ficar estressado. E esse papo que o a água do mundo vai acabar é bobagem de quem não tem nada melhor pra fazer: lave o seu carro na hora que bem entender!

9 - Faça uma avaliação da sua vida quando estiver bêbado: verá que ainda não bebeu o suficiente e que, para começar a filosofar, você ainda precisa de muita cachaça! Verás que continuar com aquela baranga da sua esposa não vai te levar a lugar algum. É melhor gastar o dinheiro em um puteiro do que gastar em casa. E sai até mais barato, acredite.

10 - Quando tomar uma decisão, vá fundo: pois essa será provavelmente a primeira e última vez que terá feito isso.

Fonte: oloucomeu.blogspot.com

quarta-feira, janeiro 21, 2009

“DE QUEM SÃO OS TESOUROS DO MAR?


Legalidade. A Arqueonautas, que se legalizou em Portugal quando a lei proporcionava a caça ao tesouro, transferiu-se para paragens africanas, quando a legislação mudou durante o Governo de Guterres. Mas aqui estão as raízes, membros associados e a sede da empresa gerida por um conde alemão Caça-tesouros em Portugal são legais em África O que é um caçador de tesouros? Até uma criança sabe. Basta-lhe ler uns quantos livros de banda desenhada e ver alguns filmes. A realidade não é assim tão diferente do imaginário infantil. Os caçadores de tesouros existem e andam em busca de preciosidades que jazem esquecidas no fundo do mar. O património luso espalhado por esses oceanos fora, testemunhas do pioneirismo durante a expansão, tem sido a partir da década de 50 do século XX, alvo de apetites vorazes, com o início do uso do escafandro autónomo - e mais tarde impulsionado nos anos 70 e 80 com tecnologia mais sofisticada. Quando, há semanas, noticiámos e desenvolvemos a descoberta de restos e um navio do século XVI, muito provavelmente português, na Namíbia, [cujo desenvolvimento continua, estranhamente por decidir, no Ministério dos Negócios Estrangeiros, revelámos que dezenas dos nossos antigos navios têm sido mexidos e os recheios leiloados ou vendidos a museus estrangeiros. Associados de peso Nesse contexto surgiu o nome de uma empresa sedeada em Portugal, a ArqueonautasWorldWide Arqueologia Subaquática, SA, alvo de algumas contestações, cujo administrador entrevistamos na página ao lado. Nascida em 1995, a empresa tem hoje associados, entre os nacionais, nomes conhecidos como Francisco Pinto Balsemão, José Manuel Espírito Santo, Henrique Granadeiro, Ricardo Espírito Santo Salgado, José Manuel de Mello, Augusto de Athayde e Ernâni Lopes. Não terá sido pelo lucro que estes nomes se juntaram, já que, como assume Nikolaus Sandizell, a rqueonautas, apesar de existir há 13 anos, ainda não começou a dar dinheiro. Perante a lei portuguesa, a empresa funciona como caça-tesouros, tendo sido impedida de trabalhar em Portugal quando, em meados dos anos 90, o ministro Manuel Maria Carrilho contrariou totalmente a legislação que tinha sido aprovada anteriormente durante a passagem de Santana Lopes pela Secretaria de Estado da Cultura. As duas faces da moeda A mesma acusação não pode ser feita à Arqueonautas quando actua em Moçambique e Cabo Verde, países não subscritores da Convenção da UNES-CO de 2001, que determina princípios éticos sobre este património. É como uma face de duas moedas de leituras completamente distintas. Por outro lado, Portugal tem assumido ao longo do tempo uma atitude passiva face ao que tem acontecido com os seus antigos navios, muito diferente da tomada pelos espanhóis, que não hesitaram em colocar em tribunal um dos poderosos caça-tesouros do mundo, a empresa Odyssey, para defender o património dos seus navios naufragados, tendo ganho acções em várias instâncias, nos tribunais norte- -americanos. A legislação portuguesa costeira surgiu em 1997, antes mesmo da Unesco ter lançado a Convenção sobre a Protecção do Património Cultural Subaquático, que Portugal ratificou, mas que para entrar em vigor necessita de mais três países aderentes para chegar a um mínimo de 20 subscritores. O 17.º país a concordar com os termos da convenção foi Cuba que assinou o documento há poucas semanas. O agravamento da caça ao tesouro levou a que o Conselho da Europa mandasse estudar o fenómeno nos anos 80, tendo daí resultado o famoso Relatório Roper que concluiu, nessa altura, estarmos perante uma catástrofe ao nível da arqueologia subaquática ilegal. Legalmente, a Arqueonautas tem feito escavações em Moçambique, em navios portugueses que ali naufragaram. A bordo do Indian Ocean Explorer segue uma tripulação de sete membros e 12 especialistas, segundo informou a Arqueonautas, numa equipa composta por arqueólogos subaquáticos, classificadores e desenhadores. O arqueólogo responsável é o cubano Alejandro Mirabal.” Por: “Alexandre Monteiro” no.arame@gmail.com

domingo, janeiro 18, 2009

Você sabe o que é RAMAC?

RAMAC 305 foi o primeiro computador eletrônico com disco rígido ja fabricados, construído pela empresa norte-americana IBM no ano de 1960. Seu intuito era levar em consideração as informações e o crescimento tecnológico da época. A IBM lançou esta unidade com disco rígido para substituir a unidade de fita, até então usada na época. As novas unidades, as mais modernas para a época, eram formadas por cinqüenta discos de 24 polegadas, que permitia aos operadores uma gravação de 4,4 megabytes de dados e o custo para tal armazenamento era feito por financiamentos anuais de 35 mil dólares.





sexta-feira, janeiro 16, 2009

A Poluição Sonora



Quem mora nas grandes cidades aprende a viver com os mais variados tipos de barulho: de carros, buzinas, sirenes de ambulância e de carros de bombeiros, motos, aviões, tiros e brinquedos eletrônicos.
“O ouvido humano suporta níveis de 80 a 85 decibéis. Quem ficar ouvindo sons entre 85 a 100 decibéis com freqüência, algo semelhante a um carro com escapamento aberto, pode começar a ter perdas”. De acordo com especialistas , a exposição continuada a sons entre 100 a 120 decibéis pode levar a perda auditiva. Tanto que a legislação determina tampões de proteção. Acima de 120 decibéis (som de uma explosão, por exemplo) é provocado trauma acústico. Mas além de conviver com a poluição sonora do dia-a-dia, há também quem goste de usar aparelhos como Ipod, Mp3, Mp4 e rádio acoplado ao celular. “Os jovens utilizam aparelhos que são capazes de emitir sons a 100, 110 decibéis. Os próprios fabricantes estão alertando aos consumidores quanto aos possíveis danos na audição”, explica o médico. Segundo, especialistas é preciso recomendar bom senso a essas pessoas. “Depois de ficar com o fone no ouvido durante uma hora, é preciso fazer uns 15 minutos de pausa”, diz. “Para saber se não está exagerando no volume, a pessoa precisa conseguir escutar perfeitamente alguém que esteja falando com ela”, sugerem. A mesma situação não acontece com profissionais como músicos e garçons. “Eles precisam tomar cuidado para não ter lesão auditiva. Os músicos, por exemplo, devem usar tampões pelo menos durante os ensaios. E quem já tem problemas auditivos não deve deixar de usá-los”. Perda gradativa da audição Se não usadas corretamente, as novas tecnologias podem provocar perda auditiva a longo prazo. Segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS), 10% da população mundial tem algum tipo de deficiência auditiva. Em 2000, dados do IBGE mostravam que quase 6 milhões de pessoas declaravam-se portadoras de deficiência auditiva. A perda de audição se instala de forma lenta e progressiva e o ouvido sofre um processo de envelhecimento gradual. “Cerca de 30% das pessoas entre 65 e 75 anos sofrem de perda de audição. Quem sofre de presbiacusia sente dificuldade em compreender conversas com ruído ao fundo, percebe a fala das pessoas à sua volta como se fossem resmungos, tem mais facilidade de identificar vozes graves do que as agudas e de começar a sentir zumbidos”. Segundo especialistas , como a perda de audição é gradual, a pessoa demora para admitir que está ficando surda. E os motivos que causam esse mal variam de hereditariedade, passando pelo efeito acumulativo da exposição repetida ao barulho até a ingestão de determinados medicamentos. “Pacientes que sofrem de doenças do coração, diabetes ou problemas circulatórios estão mais sujeitos a sofrer o comprometimento da audição”. No entanto, é possível reverter a doença. “A pessoa deve evitar sons altos no trabalho ou em casa, para minimizar o impacto do efeito acumulativo. Quem fica sujeito a ruídos como estampidos de armas de fogo, maquinário de serralheria e marcenaria, ou mesmo que trabalha em construção civil deve usar protetores regularmente”, dizem os médicos. Os efeitos da poluição sonora no corpo humano O barulho do dia-a-dia irrita, incomoda, mas não provoca danos aos órgãos de quem estiver com a saúde em dia. Mas, de acordo com os especialistas, se o indivíduo for hipertenso, estiver demasiadamente estressado, a poluição sonora pode acarretar danos ao corpo humano. * Cérebro - Como a pressão intracraniana sobe, o indivíduo começa a sentir fortes dores de cabeça; * Órgãos genitais - Passam a receber menos sangue. Enquanto a mulher perde o desejo sexual, o homem fica com dificuldade de ereção; * Coração - passa a bater de forma descompassada. Aumentam os riscos de enfarte e derrame; * Pulmões - Com a aceleração da respiração, os pulmões funcionam em velocidade máxima e o cansaço acaba sendo inevitável; * Músculos - Ficam contraídos e começam a liberar substâncias inflamatórias; * Aparelho digestivo - O estômago produz altas escalas de suco gástrico, provocando úlcera e gastrite. O intestino também deixa de funcionar corretamente; * Causas de surdez * Hereditariedade; * Rubéola materna durante a gravidez; * Parto prematuro ou traumas de parto; * Infecções bacterianas; * Traumatismo crânio-encefálico; * Alta radiação; * Ruído e envelhecimento natural; * Os decibéis no dia-a-dia * Tiro de revólver - 150 DB; * Aspirador de pó - 90 DB; * Escritórios - 60 a 65 DB; * Discoteca - 100 DB; * Banda de rock - 110 DB; * Ruas - 70 a 80 DB; * Buzina de carro - 110 DB; * Voz humana - 50 a 60 DB; * Motocicleta - 120 DB; * Decolagem de avião - 150 DB;

quinta-feira, janeiro 15, 2009

Quem Inventou o Carro?



É difícil responder
quem inventou o automóvel. Porque o automóvel, como a humanidade, é fruto de um processo evolutivo, sendo seus antecessores o carro puxado a cavalos, no qual foi montado um motor a vapor, que inventaram um jeito de parar, aumentar a potência, fabricar em série e assim seguiu sua evolução.

No século XIX, surgem as primeiras carruagens sem cavalos, movidas a vapor e tão barulhentas e lentas que desanimariam qualquer um. Mas, os inventores são “pessoas” que pertencem a uma categoria diferente dos outros simples mortais, foram persistentes ao ponto de serem chamados de lunáticos e doidos.

Graças a essa persistência a partir de 1830, foram aperfeiçoados a veículos elétricos alimentados por baterias, eram mais rápidos e silenciosos, mas tinham um inconveniente de não poder percorrer longas distâncias, pois dependiam de carga das baterias.

Em 1860 Étienne Lenoir, constrói o primeiro motor de combustão interna, ou seja, que queima combustível dentro de um cilindro, o mesmo princípio utilizado nos motores até hoje. Entre 1860 e 1870, diversas experiências isoladas em toda a Europa, deram enorme contribuição para o aparecimento de algo muito semelhante ao automóvel que conhecemos atualmente. Dentre estas experiências está a construção de um pequeno carro movido por um motor a 4 tempos, construído por Siegfried Markus, em Viena, em 1874.

Os motores a vapor, que queimavam o combustível fora dos cilindros, abriram caminho para os motores de combustão interna, que queimavam no interior dos cilindros uma mistura de ar e gás de iluminação. O ciclo de 4 tempos foi utilizado com êxito pela primeira vez em 1876, num motor construído pelo engenheiro alemão Conde Nikolaus Oto. Ao surgir a gasolina como combustível, substituindo o gás, o motor passou a ter uma alimentação de carburante independente.

Haviam diversas experiências bem sucedidas para o aprimoramento do automóvel, faltava apenas reunir tudo isso em um único veículo. Gottlieb Daimler e Karl Benz, cada um ao seu modo, foram os primeiros a utilizar o novo combustível.

Em 1872, surgiu o primeiro motor Daimler-Maybach. Já em 1885, Karl Benz criou um motor de 4 tempos e instalou na parte de trás de um triciclo. Era mais pesado e mais lento que o de Daimler, mas duas características desse veículo persistem até hoje: a válvula curta de haste e prato e o sistema de refrigeração de água (a água não circulava, ficava armazenada num compartimento) que tinha que ser constantemente abastecido para manter-se cheio e compensar as perdas por ebulição.

Karl Bens é considerado o “Pai do Automóvel”. Ele era um homem de negócios e em 1887, iniciou a venda de um veículo de três rodas, colocando pioneiramente a disposição da sociedade, um automóvel, veículo que iria mais tarde modificar todos os conceitos de locomoção do ser humano.

Fonte: Yahoo Respostas

quarta-feira, janeiro 14, 2009

Os mistérios e as curiosidades do cinema



Por vários séculos as civilizações buscaram um meio de reproduzir a realidade. A primeira projeção de um filme aconteceu em 22 de março de 1895, quando os irmãos Auguste e Lumière apresentaram “A saída dos operários da fábrica Lumière” a um público convidado ao evento, em Paris. A primeira exibição comercial de filmes, porém, foi feita por eles em 28 de dezembro do mesmo ano, no Grand Café do Boulevard des Capucines, também em Paris. O preço da entrada foi um franco por pessoa.
Criou-se uma festa para a consagração dos grandes filmes e astros conhecida como Oscar® em 1927, essa festa é realizada em Hollywood. Os filmes concorrem hoje a 24 prêmios, além dos especiais: Melhor Ator, Melhor Ator Coadjuvante, Melhor Atriz, Melhor Atriz Coadjuvante, Melhor Filme de Animação, Melhor Direção de Arte, Melhor Fotografia, Melhor Figurino, Melhor Diretor, Melhor Documentário, Melhor Documentário em Curta Metragem, Melhor Montagem, Melhor Filme Estrangeiro, Melhor Maquiagem, Melhor Trilha Sonora, Melhor Canção, Melhor Filme, Melhor Curta de Animação, Melhor Curta de Ficção, Melhor Efeitos Sonoros, Melhor Som, Melhor Efeito Visual, Melhor Roteiro Adaptado e Melhor Roteiro Original. No ano de 2002, tivemos a primeira premiação a uma atriz negra, Halle Berry, com o filme “A última ceia”. O filme “Titanic”, de 1997, ganhou o maior número de estatuetas da história do cinema, 11, nas categorias: Direção de Arte, Diretor, Edição de Som, Efeitos Especiais, Figurino, Filme, Montagem, Roteiro Original, Som e Trilha Sonora Original. O filme também foi campeão de bilheteria, rendendo 1,8 bilhão de dólares. Já o menos lucrativo foi o filme “Heanen’s Gate” de 1980, que custou 40 milhões de dólares e faturou apenas 39 mil dólares. Brasil O cinema no Brasil surgiu em 8 de julho de 1896, com a inauguração de um omniographo (aparelho que reproduz numa tela o movimento de uma seqüência de fotografias) na Rua do Ouvidor, no Rio de Janeiro. “Os estranguladores” (1908), reconstituição de um crime famoso, foi o primeiro grande sucesso de ficção, produzido pela profícua sociedade do cinegrafista português Antônio Leal. O Brasil levou para concorrer ao Oscar e o Globo de OuroÒ o filme “Abril despedaçado”, de Walter Salles. O diretor brasileiro já foi premiado em 1999 com “Central do Brasil”. Mas, este ano, Salles não chegou a levar nenhum dos prêmios considerados os maiores do cinema norte-americano. O filme estrelado por Rodrigo Santoro ainda é inédito no Brasil.

sábado, janeiro 10, 2009

Teste



O sujeito foi fazer exame de próstata e levou uma arma consigo.
Quando ele olhou pro médico, um negão de dois metros e dez de altura e viu a grossura descomunal dos seus dedos, sacou a arma. — Meu senhor! O que é isso? — exclamou o médico, assustado — Guarde essa arma! — Calma, Doutor... Eu só vou deixar a arma aqui na mesa enquanto o senhor faz o exame. — Mas por que você trouxe uma arma pro exame? Você é policial? Segurança? — Não, doutor... Eu só queria pedir uma coisa pro senhor... — O que é? — perguntou o médico, preocupado. — Se eu tiver qualquer demonstração de alegria o senhor me dá um tiro?

sexta-feira, janeiro 09, 2009

Há mais chances de ser acertado por um raio do que ganhar na mega-sena



O
número de raios no País no ano passado também foi maior que em 2007, principalmente nas regiões Norte e Nordeste, superando os 60 milhões, e a chance de ser atingido por um raio no Brasil foi de 1 em 2,5 milhões. Em São Paulo a chance foi de 1 em 2 milhões, possibilidade bem maior do que a de acertar a loteria com um palpite simples (1 em 50 milhões), segundo o Elat. De acordo com o órgão, é previsto para 2009 que o número de raios se mantenha nos níveis de 2008. Quatro mortes já ocorreram na Bahia.
Levantamento do Grupo de Eletricidade Atmosférica (Elat), do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe), registrou um aumento no número de mortos por raios no País em 2008 em comparação ao ano anterior. Foram computadas 75 vítimas fatais em 2008 contra 47 casos em 2007. De acordo com o Elat, o total de mortos no ano passado é o maior da década. A maior incidência dos casos aconteceu entre homens adultos, com uma incidência de 76%, principalmente entre os que trabalhavam na zona rural, onde foram atingidos cerca de 30% do total das vítimas dos raios no Brasil. Cerca de 61% dos casos ocorreram no verão, seguido da primavera com 23%. Ainda, 83% dos casos ocorreram ao ar livre. Destes, a maioria, 63%, ocorreu na zona rural, outros 22% na zona urbana, 10% em rodovias e 5% no litoral. Por regiões, o Sudeste teve a maior porcentagem (39%), seguido pelo Nordeste (32%), pelo Sul (15%), pelo Centro-Oeste (9%) e pela região Norte (5%). São Paulo foi o Estado onde foram registrados o maior número de casos, chegando a 20 em 2008, seguido por Ceará (7), Minas Gerais e Alagoas (6) e Rio Grande do Sul (5). Quanto às circunstâncias mais comuns, os trabalhadores agropecuários no campo foram os mais atingidos (19%), seguidos pelos que estavam próximo de meios de transporte, mas não dentro, tais como motos (17%). Depois, estão os que estavam dentro de casa (17%) e os que estavam próximo a casas, mas não dentro (12%). Segundo o levantamento, duas situações merecem destaque. Ocorreram os primeiros casos no País de pessoas que morreram falando ao celular dentro de casa com o aparelho ligado na rede elétrica (4%) e foi registrado um pequeno número, relativamente, de casos de pessoas jogando futebol (5%).

quarta-feira, janeiro 07, 2009

CULTURA GERAL !



A LISTA DE COISAS QUE NÃO SABEMOS OU NÃO LEMBRAMOS:

Os Três Reis Magos:

O árabe Baltazar: Trazia incenso, significando a divindade do
Menino Jesus.

O indiano Belchior: Trazia ouro, significando a sua realeza.

O etíope Gaspar: Trazia mirra, significando a sua humanidade.


As Sete Maravilhas do Mundo Antigo:

1 - As Pirâmides do Egipto
2 - As Muralhas e os Jardins Suspensos da Babilónia
3 - O Mausoléu de Helicarnasso (ou o Túmulo de Máusolo em Éfeso)
4 - A Estátua de Zeus, de Fídias
5 - O Templo de Artemisa (ou Diana)
6 - O Colosso de Rodes
7 - O Farol de Alexandria.


As 7 Notas Musicais:

A origem é uma homenagem a São João Baptista, com seu hino :

Ut queant laxis (dó) Para que possam
Re sonare fibris ressoar as
Mira gestorum maravilhas de teus feitos
Fa mulli tuorum com largos cantos
Sol ve polluit apaga os erros
La bii reatum dos lábios manchados
Sancti Ioannis Ó São João


Os Sete Pecados Capitais:

Eles só foram enumerados no século VI, pelo papa São Gregório Magno (540-604), tomando como referência as cartas de São Paulo:

Gula - Avareza - Soberba - Luxúria - Preguiça - Ira - Inveja


As Sete Virtudes:

Para combater os pecados capitais:

Temperança - Generosidade - Humildade - Castidade - Disciplina - Paciência - Caridade.

Os Sete dias da Semana e os "Sete Planetas" :

Os dias, nos demais idiomas - com excessão da língua portuguesa - mantém os nomes dos sete corpos celestes conhecidos desde os babilónios:

Domingo dia do Sol
Segunda dia da Lua..
Terça dia de Marte
Quarta dia de Mercúrio
Quinta dia de Júpiter
Sexta dia de Vénus
Sábado dia de Saturno


As Sete Cores do Arco-Íris:

Na mitologia grega, Íris era a mensageira da deusa Juno. Como descia do céu num facho de luz e vestia um xale de sete cores, deu origem à palavra arco-íris.
A divindade deu origem também ao termo íris, do olho.:

Vermelho - Laranja - Amarelo - Verde - Azul - Anil - Violeta.


Os Dez Mandamentos:

1º Amar a Deus sobre todas as coisas
2º Não tomar o Seu Santo Nome em vão
3º Guardar os sábados
4º Honrar pai e mãe
5º Não matar
6º Não pecar contra a castidade
7º Não furtar
8º Não levantar falso testemunho
9º Não desejar a mulher do próximo
10º Não cobiçar as coisas alheias.


Os Doze Meses do Ano:

Janeiro: Homenagem ao Deus Janus, protector dos lares.

Fevereiro: Mês do festival de Februália (purificação dos pecados) em Roma.

Março: Em homenagem a Marte, Deus guerreiro.

Abril: Derivado do latim Aperire (o que abre). Possível referência à primavera no Hemisfério Norte.

Maio: Acredita-se que se origine de Maia, deusa do crescimento das plantas.

Junho: Mês que homenageia Juno, protetora das mulheres.

Julho: No primeiro calendário romano, de 10 meses, era chamado de quintilis (5º mês). Foi rebatizado por Júlio César.

Agosto: Inicialmente nomeado de sextilis (6º mês), mudou em homenagem a César Augusto.

Setembro: Era o sétimo mês. Vem do latim septem.

Outubro: Na contagem dos romanos, era o oitavo mês.

Novembro: Vem do latim novem (nove).

Dezembro: Era o décimo mês.


Os Doze Apóstolos:

Simão Pedro - Tiago (o maior) - João - Filipe - Bartolomeu - Mateus - Tiago
(o menor) - Simão - Judas Tadeu - Judas Iscariotes - André - Tomé.

Após a traição de Judas Iscariotes, os outros onze apóstolos elegeram Matias para ocupar o seu lugar.

Os Doze Profetas do Antigo Testamento:

Isaías - Jeremias - Jonas - Naum - Baruque - Ezequiel - Daniel - Oséias - Joel -
Abdias - Habacuque - Amos

Os Quatro Evangelistas e a Esfinge:

Lucas representado pelo touro
Marcos representado pelo leão
João representado pela águia
Mateus representado pelo anjo.

Os Quatro Elementos e os Signos:

Terra Touro - Virgem - Capricórnio
Água Câncer - Escorpião - Peixes
Fogo Carneiro - Leão - Sagitário
Ar Gémeos - Balança - Aquário.


As Musas da Mitologia Grega: a quem se atribuía a inspiração das
ciências e das artes.

1 - Urânia astronomia
2 - Tália comédia
3 - Calíope eloqüência e epopéia
4 - Polímnia retórica
5 - Euterpe música e poesia lírica
6 - Clio história
7 - Érato poesia de amor
8 - Terpsícore dança
9 - Melpômene tragédia

Os Sete Sábios da Grécia Antiga:

1 - Sólon, 2 - Pítaco, 3 - Quílon, 4 - Tales de Mileto, 5 - Cleóbulo, 6 - Bias, 7 - Períandro.

Os Múltiplos de Dez:

Os prefixos usados em Megabytes, Kilowatt, milímetro...

Yotta Y = 1024 = 1.000.000.000.000..000.000.000.000
Zetta Z = 1021 = 1.000.000.000.000.000.000.000
Exa E = 1018 = 1.000.000.000.000.000.000
Peta P = 1015 = 1.000.000.000.000.000
Tera T = 1012 = 1.000.000.000.000
Giga G = 109 = 1.000.000.000
Mega M = 106 = 1.000..000
Kilo k = 103 = 1.000
Hecto h = 102 = 100
Deca da = 101 = 10
Uni = 100 = 1
Deci d = 10-1 = 0,1
Centi c = 10-2 = 0,01
Mili m = 10-3 = 0,001
Micro µ = 10-6 = 0,000.0001
Nano n = 10-9 = 0,000.000..001
Pico p = 10-12 = 0,000.000.000.001
Femto f = 10-15 = 0,000.000.000.000.001
Atto a = 10-18 = 0,000.000.000.000.000.001
Zepto z = 10-21 = 0,000.000.000.000.000.000.001
Yocto y = 10-24 = 0,000.000.000..000.000.000.000.001
Exa deriva da palavra grega 'hexa' que significa 'seis'
Penta deriva da palavra grega 'pente' que significa 'cinco'
Tera do grego 'téras' que significa 'monstro'
Giga do grego 'gígas' que significa 'gigante'
Mega do grego 'mégas' que significa 'grande'
Hecto do grego 'hekatón' que significa 'cem'
Deca do grego 'déka' que significa 'dez'
Deci do latim 'decimu' que significa 'décimo'
Mili do latim 'millesimu' que significa 'milésimo'
Micro do grego 'mikrós' que significa 'pequeno'
Nano do grego 'nánnos' que significa 'anão'
Pico do italiano 'piccolo' que significa 'pequeno'
Femto do dinamarquês 'femten' que significa 'quinze'
Atto do dinamarquês 'atten' que significa 'dezoito'
zepto e zetta derivam do latim 'septem' que significa 'sete'
yocto e yotta derivam do latim 'octo' que significa 'oito'
Conversão entre unidades:
cavalo-vapor 1 cv = 735,5 Watts
horsepower 1 hp = 745,7 Watts
polegada 1 in (1?) = 2,54 cm
pé 1 ft (1?) = 30,48 cm
jarda 1 yd = 0,9144 m
angström 1 Å = 10-10 m
milha marítima =1852 m
milha terrestre 1mi = 1609 m
tonelada 1 t = 1000 kg
libra 1 lb = 0,4536 kg
hectare 1 ha = 10.000 m2
metro cúbico 1 m3 = 1000 l
minuto 1 min = 60 s
hora 1 h = 60 min = 3600 s
grau Celsius 0 ºC = 32 ºF = 273 K (Kelvin)
grau fahrenheit =32 + 1,8 x ºC


Os Dez Números Arábicos:

Os símbolos tem a ver com os ângulos:

o 0 não tem ângulos
o número 1 tem 1 ângulo
o número 2 tem 2 ângulos
o número 3 tem 3 ângulos
etc...

As Datas de Casamento:

1 ano Bodas de Algodão
2 anos Bodas de Papel
3 anos Bodas de Trigo ou Couro
4 anos Bodas de Flores e Frutas ou Cera
5 anos Bodas de Madeira ou Ferro
10 anos Bodas de Estanho ou Zinco
15 anos Bodas de Cristal
20 anos Bodas de Porcelana
25 anos Bodas de Prata
30 anos Bodas de Pérola
35 anos Bodas de Coral
40 anos Bodas de Rubi ou Esmeralda
45 anos Bodas de Platina ou Safira
50 anos Bodas de Ouro
55 anos Bodas de Ametista
60 anos Bodas de Diamante ou Jade
65 anos Bodas de Ferro ou Safira
70 anos Bodas de Vinho
75 anos Bodas de Brilhante ou Alabastre
80 anos Bodas de Nogueira ou Carvalho


Os Sete Anões:

Dunga - Zangado - Atchin - Soneca - Mestre - Dengoso - Feliz

Você Sabia?

1) Durante a Guerra de Secessão, quando as tropas voltavam para o quartel após uma batalha sem nenhuma baixa, escreviam numa placa imensa:

"O Killed" (zero mortos). Daí surgiu a expressão ' O.K.' para indicar que tudo está bem.


2) Nos conventos, durante a leitura das Escrituras Sagradas, ao referirem-se a São José, diziam sempre ' Pater Putativus', (ou seja: 'Pai Suposto') abreviando em P.P.. Assim surgiu o hábito, nos países de colonização espanhola, de chamar os ' José' de 'Pepe'.


3) Cada rei no baralho representa um grande Rei/Imperador da história:

Espadas: Rei David (Israel) - Paus: Alexandre Magno (Grécia/Macedónia)
- Copas: Carlos Magno (França) - Ouros: Júlio César (Roma)


4) No Novo Testamento, no livro de São Mateus, está escrito " é mais fácil um camelo passar pelo buraco de uma agulha que um rico entrar no Reino dos Céus".

O problema é que São Jerónimo, o tradutor do texto, interpretou a palavra ' kamelos' como camelo, quando na verdade, em grego, 'kamelos' são as cordas grossas com que se amarram os barcos.

A ideia da frase permanece a mesma, mas qual parece mais coerente?


5) Quando os conquistadores ingleses chegaram a Austrália, assustaram-se ao ver uns estranhos animais que davam saltos incríveis. Imediatamente chamaram um nativo (os aborígenes australianos eram extremamente pacíficos) e perguntaram qual o nome do bicho. O índio repetia ' Kan Ghu Ru', e portanto adaptaram-no ao inglês, 'kangaroo' (canguru ). Depois, os linguistas determinaram o significado, que era muito claro: os indígenas queriam dizer: 'Não te entendo'.

6) A parte do México conhecida como Yucatán vem da época da conquista, quando um espanhol perguntou a um indígena como eles chamavam esse lugar e o índio respondeu ' Yucatán'.

Mas o espanhol não sabia que ele estava informando "Não sou daqui".

7) Existe uma rua no Rio de Janeiro, no bairro de São Cristóvão, chamada 'PEDRO IVO'. Quando um grupo de estudantes foi tentar descobrir quem foi esse tal de Pedro Ivo, descobriram que na verdade a rua homenageava D. Pedro I, que quando foi Rei de Portugal, foi aclamado como 'Pedro IV' (quarto).

Pois bem, algum dos funcionários da Prefeitura, ao pensar que o nome da rua fora grafado errado, colocou um 'O' no final do nome.

O erro permanece até hoje. Acredite se quiser...



" O SORRISO ENRIQUECE OS RECEBEDORES,
SEM EMPOBRECER OS DOADORES".

MÁRIO QUINTANA

domingo, janeiro 04, 2009

PARA DESCONTRAIR! Feliz 2009!!!



O uso da vaselina...
Dentro de uma farmácia, um estudante de Propaganda e Marketing faz perguntas aos clientes para uma pesquisa de mercado: - Por favor, minha senhora. Eu estou fazendo uma pesquisa sobre o produto ''Deslizafácil', para determinar os usos da vaselina no lar. A senhora poderia me dizer e como usa a vaselina? Sem se fazer de rogada, a mulher responde: - Em casa, usamos a vaselina para machucados, pele seca, assaduras e quando fazemos amor. Ele então tentando nitidamente deixar a mulher embaraçada faz a pergunta : - É a primeira vez que ouço a respeito do uso da vaselina para fazer amor. Poderia detalhar exatamente em quais locais e como ela é colocada ? Mais uma vez, sem se abalar, a mulher responde: - Eu coloco na maçaneta da porta do quarto. - Na maçaneta da porta ? ! ? ! - É, as mãos escorregam e isso impede que as crianças entrem! Aprendeu???

quinta-feira, janeiro 01, 2009

Carnaval 2009 !!!

Carnaval 2009 veja com exclusividade a Globeleza 2009, um espetáculo de mulher!!!
Feliz 2009!!!


video

SACANAGEM TAMBÉM É CULTURA!!!


Achou que eu tinha errado na digitação, né?

Essa é a OXOTA, cerveja russa com 8% de álcool (As brasileiras têm na média 4,5/5%).
A pronúncia correta é "arrota"

Feliz 2009!!!



Desejo não só um 2009 feliz, mas um 2010 e principalmente um 2011, pois ciêntistas estão achando que vai haver uma tepestade solar na terra e isso vai meio que acabar com nossa tecnoligia, mas a vida é mais importante que um ipod, então, saúde e paz pra vocês e seus familiares e se os incas e os astecas estiverem errados e o mundo não acabar em 2012 que vocês sejas ainda mais feliz em 2012, pois será o inicio de uma nova era. São os votos da Linha da Última Resistência.

2009 chegou!!!

O povo não deve temer o governo, o governo é quem deve temer seu povo!